Basicamente, existem três princípios básicos em fotografia. Esses princípios aplicam-se em qualquer área da fotografia, independente de ser fotografia analógica ou digital. Os princípios são: abertura, velocidade e sensibilidade. O domínio destes fundamentos é essencial e faz parte do conhecimento técnico do fotógrafo.

Abertura (f)

A intensidade de luz que incide sobre o sensor da câmera ou filme é controlada pela abertura. O elemento que controla esta função é o diafragma, localizado dentro das objetivas ou lentes. O diafragma é um conjunto de lâminas sobrepostas que ao abrir ou fechar regula a intensidade de luz que passa pela objetiva. Ou seja, ao alterarmos a abertura do diafragma estamos modificando o diâmetro de entrada de luz. Em nossa visão, a pupila apresenta a função de diafragma, controla a intensidade de luz que atinge nossa retina, abrindo ou fechando conforme a necessidade. Em ambientes escuros, como no cinema, ela abre; em ambientes claros, como na praia, ela fecha. A abertura é expressa pelos números f (f 1, f1.4, f 2.8, f4, f5.6, f8, f11, f16, f22). Quanto menor o número f maior a abertura do diafragma e maior a quantidade de luz que passa pela lente. Do contrário, quanto maior o número f menor a abertura do diafragma e menor a quantidade de luz que passa pela lente. Esta função pode ser controlada por um seletor/botão no corpo da câmera ou por meio de um anel na objetiva. Quando falamos em abertura, outro conceito de extrema importância em fotografia deve ser considerado: profundidade de campo.

Profundidade de Campo ou de Foco

A área da imagem que aparece em foco ou nítida entre planos diferentes denomina-se profundidade de campo. Basicamente, a profundidade de campo é determinada pela abertura, quanto maior a abertura (número f) menor a profundidade de campo. Do contrário, quanto menor a abertura (número f) maior a profundidade de campo, mais nitidez entre os planos. Além da abertura, a profundidade de campo é estabelecida pela distância entre os planos do objeto fotografado e distância focal da objetiva. Quanto maior a distância entre os planos do objeto em foco, menor a profundidade de campo. Do contrário, quanto menor a distância, maior a profundidade de campo. Já a distância focal, quanto maior a distância focal da objetiva, menor a profundidade de campo. Do contrário, quanto menor a distância focal, maior a profundidade de campo.

Velocidade (S)

O tempo que a luz incide sobre o sensor da câmera ou filme é controlada pela velocidade. O elemento que controla esta função é o obturador, localizado geralmente dentro do corpo das câmeras. O obturador é um conjunto de cortinas sobrepostas que ao abrir e fechar regula o tempo que a luz atinge o sensor. Ou seja, ao alterarmos a velocidade do obturador estamos modificando o tempo de entrada de luz. A velocidade é expressa pela unidade de tempo (1”, 1/2, 1/4, 1/8, 1/10, 1/30, 1/60, 1/100, 1/125, 1/160, 1/500, 1/1000, 1/2000, 1/4000). Quanto maior a velocidade(maior denominador) do obturador menor a quantidade de luz que atinge o sensor. Do contrário, quanto menor a velocidade do obturador maior a quantidade de luz que atinge o sensor. Se desejamos congelar um objeto em movimento, aumentamos a velocidade. Se desejamos dar o efeito de borrado ou rastro a um objeto em movimento, baixamos a velocidade. Estta função pode ser controlada por um seletor/botão no corpo da câmera.

Sensibilidade (ISO)

A captação de luz do sensor ou filme é controlada pela sensibilidade. O elemento que controla esta função são os fotodiodos do sensor ou grãos do filme. Ou seja, ao alterarmos a sensibilidade estamos modificando a captação luz. A sensibilidade é expressa pelo número ISO (antigo ASA, por exemplo, ISO 50, ISO 100, ISO 200, ISO 400, ISO 800, ISO 1600, ISO 3200). Quanto maior o número ISO maior a sensibilidade e maior captação de luz. Do contrário, quanto menor o número ISO menor a sensibilidade e menor captação de luz. O aumento da sensibilidade (ISO) leva à perda da qualidade da imagem, apresentando o que se denomina de granulação (filmes) ou ruído (sensores) com ISO mais altos. Esta função pode ser controlada por um seletor/botão no corpo da câmera digital ou pelo tipo de filme nas câmeras analógicas.

Texto copyright Saulo Fortkamp.